terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Caralluma fimbriata

Caralluma fimbriata SERÁ RETIRADA DO MERCADO

Vai chegando o verão e as pessoas perdem a noção dos limites nos métodos para perder peso. Adotam dietas drásticas ou usam produtos desconhecidos para atingir seus objetivos.

Um produto amplamente divulgado nas farmácias de manipulação e vendidos sem controle nenhum pela internet era a tal Caralluma fimbriata. A propaganda recomendava o uso para reduzir o apetite a proporcionar sensação de saciedade. Ou seja, o que todo mundo quer. Mas, como para emagrecer não existe milagre, finalmente a ANVISA resolveu agir e publicou alerta à população sobre os riscos de consumir produtos de origem e efeitos desconhecidos que são comercializados sob a alegação de promover emagrecimento. Por essa razão, uma resolução da Agência publicada nesta terça-feira (21/12) no Diário Oficial da União suspendeu a importação da Caralluma fimbriata, além da sua fabricação, distribuição, manipulação, comércio e o uso em todo o território nacional.
A medida de suspensão de uso da Caralluma fimbriata é diretamente dirigida à população, a quem a Anvisa recomenda que abandone o consumo desse produto, cuja composição não foi analisada pela Agência e que, por isso, são desconhecidos os efeitos adversos que podem trazer à saúde humana (www.anvisa.gov.br – 21/12/10).

A primeira ação da Anvisa em relação às falsas alegações de propriedades relacionadas ao emagrecimento foi tomada em maio deste ano, quando houve a proibição de propaganda de insumos anunciados como naturais e com propriedade capazes de acelerar a perda de peso.

Então, por favor, para emagrecer é dieta controlada e exercícios físicos adequados. Não inventa moda!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

De olho neles!

Recebi este texto pelo e-mail e resolvi multiplicar.

Aumento de 62% nos vencimentos, e que de Brasília vem em cascata para a Assembléia Legislativa e etc, etc, etc.

Ao todo, 279 deputados federais apoiaram o requerimento de urgência para a votação do projeto de decreto legislativo que aumentou os vencimentos de deputados federais, senadores, presidente e vice-presidente, ministros para R$ 26,7 mil. Apenas 35 se manifestaram contra a urgência de votar. O novo salário entra em vigor a partir de 1º de fevereiro de 2011. A aprovação do regime de urgência abriu caminho para que o texto fosse aprovado a toque de caixa logo em seguida. Primeiro, pelos deputados e, depois, pelos senadores.
Nas duas Casas, a votação foi simbólica, ou seja, do tipo em que o congressista não declara seu voto. Na simbólica, quem preside a sessão anuncia: “Aqueles que aprovam, permaneçam como estão”. Para, em seguida, emendar: “Aprovado”.
Por se tratar de decreto legislativo, o texto não será enviado à sanção presidencial, expediente que permite eventuais vetos.
No Senado, apenas três senadores se manifestaram contra o aumento salarial:
A senadora Marina Silva (PV/AC),
O líder do PSOL, senador José Nery (PA)
O líder do PSDB, senador Alvaro Dias (PR)

SENADORES DO RIO GRANDE DO SUL: Pedro Simon (PMDB) — Mandato termina em 2014: "Votei a favor do reajuste porque quero que seja extinta a verba de representação. Entrei hoje (20.12.2010) com projeto extinguindo a verba de representação."

Paulo Paim (PT) — Reeleito, "Como foi aprovado, sou contrário. Nem sabia da votação. Sempre fui favorável a um entendimento definitivo sobre o tema para a retirada dos penduricalhos."

Sérgio Zambiasi (PTB) — Não se candidatou. "Nem sabia que estava na pauta, não foi anunciado. Foi precipitado, votado às pressas, sem chance de discutir. Poderiam ter deixado para a próxima legislatura."

Veja como os DEPUTADOS do Rio Grande do Sul votaram o regime de urgência do aumento que os beneficiou, de acordo com as informações da própria Câmara:
Cláudio Diaz PSDB Sim
Darcísio Perondi PMDB Sim
Fernando Marroni PT Sim
Germano Bonow DEM Sim
José Otávio Germano PP Sim
Luis Carlos Heinze PP Sim
Marco Maia PT Sim
Mendes Ribeiro Filho PMDB Sim
Osmar Terra PMDB Sim
Paulo Roberto Pereira PTB Sim
Pompeo de Mattos PDT Sim
Renato Molling PP Sim
Sérgio Moraes PTB Sim
Vieira da Cunha PDT Sim
Vilson Covatti PP Sim
Emilia Fernandes PT Abstenção
Luciana Genro PSOL Não
Paulo Pimenta PT Não


Quem não votou: Beto Albuquerque (PSB) — Reeleito "Não votei, mas me posicionaria contra se estivesse lá. Se tivesse só correção da inflação, seria justo. Um aumento neste tamanho não tem razoabilidade."

Afonso Hamm (PP) — Reeleito "Não votei, mas sou favorável. Só lamento que não fizemos as outras votações necessárias. A mesma agilidade deveríamos ter para o reajuste dos policiais."

Enio Bacci (PDT) — Reeleito "Não votei, mas sou contrário. A questão de aumento salarial de parlamentar tem de ser precedida de uma ampla discussão com a sociedade."

Henrique Fontana (PT) — Reeleito "Não estava no plenário no momento da votação, mas sempre defendi o reajuste de acordo com a inflação. Isso resultaria num aumento perto de 25%."

Ibsen Pinheiro (PMDB) — Não se candidatou "Não votei, mas sou favorável. Foi uma reposição de uma igualdade constitucional. Fico muito à vontade porque estou falando de algo que não me afeta pessoalmente."

Manuela D'Ávila (PC do B) — Reeleita "Eu teria votado contra se estivesse aqui (estava em viagem à África). Temos pautas mais importantes para votar como o aumento do salário mínimo."

Maria do Rosário (PT) — Reeleita "Não votei. Ainda que os valores sejam altos, há um aspecto positivo: não existe mais reajustes a partir de agora. Os deputados não reajustarão mais os seus próprios salários.

Nelson Proença (PPS) — Não se reelegeu "Não votei. Os deputados, como juízes e ministros, têm de ganhar bem. Tem de acabar com a hipocrisia. Sou a favor que se ganhe bem e acabe com os penduricalhos."

Pepe Vargas (PT) — Reeleito "Eu não votei, mas a minha posição era de que tinha de ter aumento pela inflação. A forma como foi aprovado ontem foi um equívoco."

Renato Molling (PP) — Reeleito "Nós deveríamos ter aumento, mas foi exagerado. Eu não estava no plenário na hora da votação, mas, se estivesse, entre votar e não votar, teria votado a favor".


USE FILTRO SOLAR



O verão já está aí e o sol já está tinindo! Está na hora de escolher um produto que deverá lhe acompanhar todos os dias.

Felizmente, existem muitas opções no mercado. Há anos atrás, os produtos apresentavam texturas pesadas e pouco agradável para peles oleosas. Hoje podemos contar com tecnologia poderosa que proporciona conforto e segurança.


Para ajudar na sua escolha, aqui vão algumas dicas para entender o rótulo desses produtos:


FPS: o fator de proteção solar quantifica a proteção contra os raios ultravioleta do tipo B - UVB. Os raios UVB penetram superficialmente e causam as queimaduras solares. É o principal responsável pelas alterações celulares que predispõem ao câncer da pele. Para facilitar o entendimento: FPS 15 significa que levar 15 vezes mais tempo para ficar com a pele vermelha do que se estivesse sem proteção solar.

UVA: significa que o produto também tem proteção para raios ultravioleta do tipo A. radiação UVA possui intensidade constante durante todo o ano, atingindo a pele praticamente da mesma forma durante o inverno ou o verão. Sua intenidade também não varia muito ao longo do dia, sendo pouco maior entre 10 e 16 horas que nos outros horários. Por isto a necessidade de usar filtro durante todo o ano. Os raios A penetram profundamente na pele, sendo a principal responsável pelo fotoenvelhecimento. Tem importante participação nas fotoalergias e também predispõe a pele ao surgimento do câncer. O UVA também está presente nas câmaras de bronzeamento artificial, em doses mais altas do que na radiação proveniente do sol. A quantidade de UVA emitida por uma câmara de bronzeamento pode chegar a ser 10 vezes maior que a da luz solar. Pode-se imaginar o dano causado à pele por este tipo de tratamento.


Não comedogênico: o produto não provoca cravos e espinhas.


Resistente a água: o produto resiste aproximadamente até 40 minutos de imersão.


Fotoestável: indica que o filtro mantém sua capacidade de ação íntegra mesmo o frasco ficando sob ação solar.


Antienvelhecimento: contém agentes que auxiliam a evitar o processo de envelhecimento da pele, minimizando o aparecimento de sinais e manchas.


Livre de PABA ou "PABA Free": filtros que não contém a substância PABA (um tipo de conservante), que tem alto poder de causar alergias.


É importante lembrar que economizar na quantidade do filtro solar pode fazer com que a proteção caia pela metade. Então atenção aos detalhes:


  1. Passar o filtro uns 20 minutos antes de se expor ao sol. O ideal é aplicar ainda em casa, antes de colocar o maiô, sunga ou biquini, em frente ao espelho para não esquecer de nenhum cantinho.

  2. Não vale passar uma quantidade de filtro do tamanho de um grão de ervilha e tentar espalhar por todo o corpo. Não economize. Para o rosto: aplicar o equivalente a dois grãos de ervilha. Pernas, coxas, tronco e braços: uma colher de chá para cada uma destas áreas.

  3. Reaplicar a cada duas horas ou mais seguidamente se praticar exercícios físicos, dar um mergulho ou transpirar excessivamente.

  4. Não facilite com o rosto. FPS no mínimo 30.

  5. Suspenda o uso de cremes clareadores no verão. Agora é momento só de proteção. Caso contrário suas manchas voltam sem perdão.

Detalhe: os raios UV estão mais danosos. O que há anos atrás, usar o FPS 15 era suficiente, agora, o melhor é apelar para no mínimo o FPS 30.


Na dúvida, peça orientações ao seu farmacêutico de confiança (hehehe)


Agora é só aproveitar o sol!


sábado, 16 de outubro de 2010

Fettuccine bem fácil


Quem me conhece sabe que não sou muito chegada aos dotes culinários. Sempre procuro por receitas fáceis, boas e que sujem pouca louça e/ou panelas.

Adoro massa!

Hoje inventei uma receita (uma de minhas manias)com o que achei na despensa e pasmem: ficou uma delícia! E o melhor: fácil e rápida.

Fettuccine com molho de tomate pelado e shoyo.

Para 3 pessoas:
Metade do pacote de massa fettuccine (uns 300g)
1 cebola picada
4 a 5 colheres de sopa de azeite de oliva
1 lata grande de tomate pelado
molho shoyo a gosto
queijo parmesão ralado grosso
folhinhas de manjericão (tenho plantado na floreira, hummm)
Dourar a cebola picada no azeite. Colocar os tomates pelados e meio copo de água. Amassar os tomates com um garfo. Colocar o molho shoyo e vai provando até achar que está bom (não vai sal, o molho shoyo já é salgado). Cozinhar por uns 5 minutos.
Cozinhar a massa em água com sal e um fio de óleo pelo tempo que manda no pacote (usei a grano duro, fica pronta em 8 minutos). Escorrer a massa e volta para panela. Colocar a metade do molho em cima da massa e misturar.
Agora que vem o bonito!
Preparar em prato fundo.
Uma porção de massa, colocar mais molho em cima, queijo ralado e enfeitar com as folhinhas de manjericão.
Comer ajoelhado! Agradecendo ao universo por esta delícia italiana!
Espero que gostem!

domingo, 10 de outubro de 2010

Anvisa lança selo de segurança para medicamentos


Selo será lido por leitoras óticas






Apenas este ano, 53.575 remédios falsificados e contrabandeados foram apreendidos, além de 62,9 toneladas de produtos sem registro.


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou nesta quarta-feira um selo de segurança que será reconhecido por leitoras óticas instaladas em todas as drogarias do país. Com isso, a partir de janeiro de 2012, quem comprar um medicamento poderá confirmar na própria farmácia se o produto é verdadeiro.

Para comprovar a autenticidade do produto bastará aproximar a etiqueta da leitora ótica. Uma luz verde, acompanhada de um sinal sonoro, indicará que o remédio é verdadeiro.

Autoadesivo e impermeável, o selo vai ser único, sem diferenciação por Estado ou por fabricante.
De acordo com a Anvisa, o objetivo é reduzir os riscos provocados por medicamentos falsificados, roubados, sem registro ou contrabandeados.
Qual seria a punição para um indivíduo que falsifica medicamentos?

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS


O uso de vários medicamentos, ao contrário do que se pensa, não necessariamente garante maior efetividade, pois junto com as vantagens podem surgir efeitos indesejados dessas interações.
Interação medicamentosa é o fenômeno que ocorre quando, ao tomar dois ou mais fármacos simultaneamente, o efeito esperado é alterado quando comparado com o uso isolado de cada fármaco.

Podem ocorrer entre medicamentos, entre medicamentos e alimentos, medicamentos e tabaco, medicamentos e bebidas alcoólicas.

A interação medicamentosa só ocorre após a ingestão do fármaco pelo indivíduo e o risco da sua ocorrência aumenta proporcionalmente com o número de fármacos usados.

Em geral, as interações dos medicamentos com menor margem terapêutica, são de maior risco e por isso mais importantes na clínica. Como exemplos, tem-se os medicamentos amplamente utilizados sem controle pela população como antimicrobianos, antiinflamatórios não esteroidais e anticoncepcionais orais.

Interações benéficas justificam a utilização de associações medicamentosas para potencializar a eficácia do medicamento. Esse fenômeno é conhecido como sinergia. Exemplo clássico de sinergia benéfica é o sulfametoxazol + trimetroprima: com aumento da eficácia terapêutica por interferir em rotas metabólicas diferentes da bactéria.

As interações também podem ser classificadas por:

  • antagonismo - quando um fármaco anula o efeito do outro

  • sinergismo - quando um fármaco potencializa o efeito do outro.

Porém, os efeitos tóxicos também podem ocorrer. Por exemplo, os ansiolíticos quando associados ao consumo de bebidas alcoólicas potencializam a depressão de sistema nervoso central
reação idiossincrática - nos casos em que a resposta a terapia difere dos efeitos esperados dos dois fármacos em uso.


Interações entre fármacos e alimentos


Existem muitas controvérsias sobre a importância destas interações. Entretanto, a preocupação existe e pode alterar o curso normal do tratamento.

A maior parte das interações medicamentos-alimentos ocorre em nível de absorção.

Como regra geral, a administração de medicamentos logo após ou junto ás refeições é prejudicial à absorção do mesmo. Entretanto, há exceções como hidroclorotiazida, metoprolol, diazepam que, na presença de carboidratos e gorduras, são melhor absorvidos.

Alguns antiinflamatórios e antimicrobianos tem seus efeitos colaterais amenizados quando ingeridos junto com alimentos. Sucos de frutas cítricos, também devem ser evitados na ingestão de medicamentos por prejudicar a absorção devido a possibilidade de alteração do pH gástrico e prejudicar a absorção do medicamento.

Entre as interações clássicas de fármaco-alimentos, citam-se as tetraciclinas e alimentos ricos em cálcio (leite), onde se formam quelatos insolúveis que são excretados pelas fezes.

Outra questão importante a ser considerada é o uso da fitoterapia como alternativa na terapêutica e a automedicação. Os fitoterápicos são freqüentemente utilizados na forma de chás ou infusões e dessa forma é impossível estimar quais os princípios ativos presentes e a concentração de cada um.

O uso de gingko biloba, hipericum perforatum, kava kava, valeriana, entre outros, tem sido amplamente divulgado através da mídia levando ao mau uso, somado a percepção popular de que são alternativas naturais e sem possibilidade de dano.

Muito cuidado com isto! Na dúvida não misture. Evite a automedicação.

INTERAÇÕES FARMACÊUTICAS

A incompatibilidade, também conhecida por interação farmacêutica, ocorre quando dois ou mais medicamentos são misturados, no mesmo recipiente e o produto obtido é diferente do esperado.

Ocorre antes de tomar. Podem ser de origem física ou química.

Algumas das incompatibilidades físicas podem ser detectadas visualmente e manifestam-se através de precipitado ou turvação, alterações na cor da solução ou formação de espuma.

As incompatibilidades químicas implicam em degradação irreversível de um dos componentes da solução. O produto deste processo pode não apresentar alterações visíveis nas soluções, mas produzir um efeito nulo ao paciente ou de grande prejuízo, acarretando riscos de falta de efetividade ou alta toxicidade.


As interações farmacêuticas são facilmente evitáveis com medidas simples como:

  • Respeitar as orientações do fabricante quanto a reconstituição, diluição e condições de armazenamento pós-diluição

  • Somente adicionar outros fármacos nas soluções se existe a garantia de compatibilidade

  • Proteger as soluções de calor excessivo ou luz solar direta

  • Preparar as soluções no momento do uso, a menos que tenha garantia de estabilidade

  • Siga as orientações do seu médico

  • Em caso de dúvidas, consulte o farmacêutico

Mais uma das Mulheres. LF Veríssimo

Recebi, por e-mail, do meu marido. Achei muito boa e resolvi compartilhar com as amigas e os amigos. Vale a pena!


Um homem Inteligente Falando das Mulheres





O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana. Tenho apenas um exemplar em casa,que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha 'Salvem as Mulheres!' Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:



Habitat


Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.



Alimentação correta


Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um 'eu te amo' no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial.



Flores


Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.



Respeite a natureza


Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação? Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.



Não tolha a sua vaidade


É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar muitos sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Entenda tudo isso e apoie.



Cérebro feminino não é um mito


Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.



Não faça sombra sobre ela


Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.



Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.



É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay. Só tem mulher quem pode!


Luiz Fernando Veríssimo

terça-feira, 17 de agosto de 2010

SwáSthya Yôga

Eu pratico Yôga há 18 meses, e quando converso com amigos sobre este assunto sempre perguntam sobre a prática. Resolvi então, colocar no blog algumas informações sobre o SwáSthya Yôga. Vale comentar que evolui muito desde o início da prática. Respiração, relaxamento, flexibilidade, autocontrole, superação e vitalidade são apenas alguns pontos que percebo claramente nesta evolução. Meu objetivo é não abandonar a prática e evoluir sempre.

O Yôga (escrito sempre com acento circunflexo, com Y, pronunciado com ô fechado e no gênero masculino) é uma técnica dinâmica e lindíssima que surgiu na Índia há mais de 5000 anos.
O Yôga ensina, por exemplo, como respirar melhor, como relaxar, como concentrar-se, como trabalhar músculos, articulações, nervos, glândulas endócrinas, órgãos internos, etc, através de técnicas corporais belíssimas, fortes, porém que respeitam o ritmo biológico do praticante.
"A yóga" surgiu no Rio de Janeiro, na década de 60 (está documentada no livro Hatha Yóga, a ciência da saúde perfeita, Caio Miranda, 1962, Editora Freitas Bastos, Rio de Janeiro).
Yôga é qualquer metodologia estritamente prática que conduza ao samádhi. Samádhi é o estado de hiperconsciência que só pode ser desenvolvido pelo Yôga. Samádhi está muito além da meditação. Para conquistar esse nível de megalucidez, é necessário operar uma série de metamorfoses na estrutura biológica do praticante. Isso requer tempo e saúde.
Os efeitos sobre os órgãos internos, sistema nervoso e endócrino, flexibilidade, fortalecimento, aumento de vitalidade e administração do stress, fazem-se sentir muito rapidamente.
O Yôga proporciona saúde e vitalidade, mas se pessoas enfermas ou idosas tentarem praticar, terão que satisfazer-se com uma interpretação tão extremamente simplificada e adaptada que termina comprometendo a autenticidade e transformando-se numa outra coisa que não pode mais chamar-se Yôga, nem tem a mesma proposta. O Yôga também não é para crianças. É para adultos jovens de 16 anos em diante.

O Yôga não tem nada a ver com religião. Em termos teológicos o que caracteriza a religião é o dogma de fé. Não tendo dogmas, não pode ser religião. O Yôga não os tem.
O reencarnacionismo e o espiritualismo pertencem a outra filosofia indiana chamada Vêdánta. Várias outras correntes de pensamento indianas também adotam tais conceitos, mas não o Yôga puro pelo fato de este não possuir teoria especulativa.
O Yôga é estritamente técnico. Fique atento: quando alguém se propuser a falar sobre Yôga, mas abordar temas teórico-especulativos ou doutrinários poderá estar ocorrendo equívoco ou má fé.
O Yôga não é nenhum tipo de ginástica nem modalidade alguma de Educação Física. Uma prática completa de Yôga compreende técnicas emocionais, mentais, corporais, bioenergéticas, através de procedimentos orgânicos, respiratórios, relaxamentos, limpeza de órgãos internos, vocalizações, concentração, meditação. Ora, isso não pertence à área de Educação Física. Mesmo as técnicas corporais do Yôga não são atividade física nem desportiva e são completamente diferentes das da ginástica.
O Yôga Antigo não é uma espécie de relaxamento. Ele é biológico, não cansa e não agride músculos, ligamentos ou vértebras. Contém técnicas de relaxamento, mas elas constituem apenas uma pequena parte. O que ocupa a maior parte do tempo de uma prática regular são os outros procedimentos, tais como os respiratórios, as técnicas orgânicas, a concentração, os mantras, a meditação, etc.
O SwáSthya Yôga proporciona uma flexibilidade espantosa e um excelente fortalecimento muscular. Com suas técnicas biológicas beneficia a coluna vertebral, e todos os órgãos.
O SwáSthya Yôga é para pessoas sensíveis, educadas, cultas, saudáveis, dinâmicas, disciplinadas, alegres e de bem com a vida. Quer saber mais detalhes? Procura pelo site oficial:
http://www.uni-yoga.org.br/tudo_sobre_yoga.php#iten1

domingo, 15 de agosto de 2010

Pílula dos 5 dias




Num país onde o aborto é proibido, mas milhares de mulheres morrem por complicações de abortos em clínicas clandestinas, a notícia da possibilidade de mais uma alternativa para evitar uma gravidez indesejada, é sempre bem-vinda. Qualquer aumento das possibilidades de contracepção é sempre uma vantagem.

O FDA (órgão que fiscaliza alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, similar à Anvisa no Brasil) aprovou nesta sexta-feira, 13 de agosto, a venda do medicamento Ella, para contracepção de emergência. A pílula já é aprovada e comercializada na Europa há mais tempo.
O princípio ativo da nova pílula é o acetato de ulipristal. Os opositores à sua aprovação dizem que a substância é quimicamente semelhante a uma droga que pode interromper a gravidez de até nove semanas, portanto considerada abortiva. O acetato de ulipristal funciona como um antagonista do hormônio feminino progesterona. Ele funciona no organismo como um "inibidor ou retardante da ovulação".

Uma pesquisa publicada no Lancet mostrou que o novo anticoncepcional de emergência é mais eficaz do que a pílula do dia seguinte mais antiga, à base de levonorgestrel, já aprovado em cerca de 140 países, incluindo o Brasil.Os defensores da "pílula dos cinco dias seguintes" afirmam não haver evidência de que ela tenha ação abortiva. Na pesquisa com a droga, feita com quase 1.700 mulheres entre 16 e 36 anos, as participantes só tomaram a pílula em um período máximo de cinco dias após uma relação sexual desprotegida.Entre as mulheres que usaram a nova pílula, apenas 1,8% engravidou; no grupo que tomou a pílula do dia seguinte mais antiga, à base de levonorgestrel, 2,6% engravidaram.

O produto é administrado por via oral e tem efeito se tomado até cinco dias da relação sexual desprotegida ou falha de método contraceptivo. O comunicado do órgão regulador norte-americano alerta que o uso da droga "não é um método contraceptivo, mas, sim, um medicamento para emergências".

Um comitê do FDA discutia a liberação da droga desde junho. A utilização foi aprovada dia 13 por unanimidade de votos após estudos terem fornecido "dados convincentes sobre a eficácia e a segurança da indicação do medicamento como um anticoncepcional de emergência", diz comunicado do FDA.

Os efeitos colaterais mais frequentes observados após a utilização do Ella nos ensaios clínicos foram dor de cabeça, náusea, dor abdominal, desconforto durante a menstruação, fadiga e tontura, semelhante ao contraceptivo de emergência -- já aprovado pelo FDA-- levonorgestrel.

O Ella é fabricado pela Paris Laboratoire HRA Pharma e será distribuído nos Estados Unidos pela Watson Pharma Inc.

A comercialização deste novo fármaco foi autorizada em Maio de 2009 pela Agência Europeia do Medicamento (EMEA) e a França foi o primeiro país a comercializá-lo.

A ellaOne já é usada na Europa e, com a aprovação da FDA pode, também, entrar no mercado de contraceptivos nos EUA. Resta saber quando, e se, o Brasil irá comercializar a pílula.

O importante é sempre ter em mente que, antes de pensar em pílula do dia seguinte, o melhor mesmo é prevenir com responsabilidade.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Para relaxar, com o Veríssimo

Recebi este texto do Veríssimo. Achei excelente e resolvi dividir com meus amigos. Vale a pena! Espero que gostem!


Exigências da vida moderna
(quem agüenta tudo isso??)
Luís Fernando Veríssimo

Dizem que todos os dias você deve comer uma maçã por causa do ferro.
E uma banana pelo potássio.
E também uma laranja pela vitamina C.
Uma xícara de chá verde sem açúcar para prevenir a diabetes.
Todos os dias deve-se tomar ao menos dois litros de água.
E uriná-los, o que consome o dobro do tempo.
Todos os dias deve-se tomar um Yakult pelos lactobacilos (que ninguém sabe bem o que é, mas que aos bilhões, ajudam a digestão).
Cada dia uma Aspirina, previne infarto.
Uma taça de vinho tinto também.
Uma de vinho branco estabiliza o sistema nervoso.
Um copo de cerveja, para... não lembro bem para o que, mas faz bem.
O benefício adicional é que se você tomar tudo isso ao mesmo tempo e tiver um derrame, nem vai perceber.

Todos os dias deve-se comer fibra.
Muita, muitíssima fibra.
Fibra suficiente para fazer um pulôver.
Você deve fazer entre quatro e seis refeições leves diariamente.
E nunca se esqueça de mastigar pelo menos cem vezes cada garfada.
Só para comer, serão cerca de cinco horas do dia.
E não esqueça de escovar os dentes depois de comer.
Ou seja, você tem que escovar os dentes depois da maçã, da banana, da laranja, das seis refeições e enquanto tiver dentes, passar fio dental, massagear a gengiva, escovar a língua e bochechar com Plax.
Melhor, inclusive, ampliar o banheiro e aproveitar para colocar um equipamento de som, porque entre a água, a fibra e os dentes, você vai passar ali várias horas por dia.

Há que se dormir oito horas por noite e trabalhar outras oito por dia, mais as cinco comendo são vinte e uma.
Sobram três, desde que você não pegue trânsito.
As estatísticas comprovam que assistimos três horas de TV por dia.
Menos você, porque todos os dias você vai caminhar ao menos meia hora (por experiência própria, após quinze minutos dê meia volta e comece a voltar, ou a meia hora vira uma).

E você deve cuidar das amizades, porque são como uma planta: devem ser regadas diariamente, o que me faz pensar em quem vai cuidar delas quando eu estiver viajando.
Deve-se estar bem informado também, lendo dois ou três jornais por dia para comparar as informações.

Ah! E o sexo.
Todos os dias, tomando o cuidado de não se cair na rotina.
Há que ser criativo, inovador para renovar a sedução.
Isso leva tempo e nem estou falando de sexo tântrico.

Também precisa sobrar tempo para varrer, passar, lavar roupa, pratos e espero que você não tenha um bichinho de estimação.

Na minha conta são 29 horas por dia.

A única solução que me ocorre é fazer várias dessas coisas ao mesmo tempo!!!
Tomar banho frio com a boca aberta, assim você toma água e escova os dentes. Chame os amigos e seus pais.
Beba o vinho, coma a maçã e dê a banana na boca da sua mulher.
Ainda bem que somos crescidinhos, senão ainda teria um Danoninho e se sobrarem 5 minutos, uma colherada de leite de magnésio.
Agora tenho que ir.
É o meio do dia, e depois da cerveja, do vinho e da maçã, tenho que ir ao banheiro.
E já que vou, levo um jornal...

Tchau....

Se sobrar um tempinho, me manda um e-mail.

domingo, 18 de julho de 2010

PRIMAVERA-VERÃO


Hoje, depois de muito papo de farmacêutica, um pouco de peruagem! Ninguém é de ferro!

Já estamos com várias lojas em liquidação, inclusive a Zara. Eba! E já tem lançamentos para primavera-verão. Tem umas "ropitchas" impossíveis, porém outras muito lindas. Dá uma olhada no site: http://www.fashionising.com/

Outro babado ótimo! Na última semana, abriu novidade da Padre Chagas: uma nova loja da Schutz! Delírio total

HOSPITALAR

BOLETIM DA COMEDI - HCPA
Saiu mais uma edição do BOLETIM DA COMISSÃO DE MEDICAMENTOS DO HCPA.
Muito bem escrito e fundamentado.
Parabéns a minha amiga Maria Angélica e suas colaboradoras.
Atualização, curiosidades, política hospitalar de medicamentos, entre outros.
Todas as edições estão disponíveis no site do Hospitala de Clínicas. Leiam e divulguem!
http://www.hcpa.ufrgs.br/downloads/Comunicacao/informa_comedi_junho.pdf

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Papo de farmacêutica III

Em tempos de uso seguro de medicamento, nada melhor de algumas dicas:
Podemos começar com um encontro com seu farmacêutico para falar sobre:

  • Os medicamentos que você está usando
  • A ação dos seus medicamentos
  • Como ele lhe beneficia
  • Como tirar o melhor proveito dos seus medicamentos

Este encontro ocorre na farmácia e você não precisa pagar por ele.

Os objetivos são:

  • Auxiliar com informações sobre o tratamento que você está usando
  • Identificar os problemas que podem aparecer com o uso dos seus medicamentos. Obter maior eficácia dos seus medicamentos. Pode haver opções mais fáceis de tomá-los, ou pode-se verificar que você necessita menos medicamentos
Certifique-se que seus medicamentos estão corretos e previna desperdícios. Você pode ficar a vontade de perguntar sobre o tratamento para o farmacêutico e tirar todas as suas dúvidas.

Para obter o máximo do seu tratamento, você deve seguir as orientações do médico e do farmacêutico.


Alguns medicamentos devem ser tomados longe das refeições para melhorar sua ação, outros não atuam adequadamente se tomados com certos alimentos, chás ou outros medicamentos.
Certos medicamentos devem ser tomados com as refeições para amenizar uma possível reação adversa. Partir o comprimido ou drágea ao meio nem sempre é adequado, pois pode eliminar uma possível liberação gradual do princípio ativo.


Sempre pergunte ao farmacêutico sobre como tomar seus medicamentos e usá-los com segurança e eficácia. Isto vai fazer que você tenha o maior proveito do seu tratamento.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

ÁLCOOL GEL

Estamos chegando mais próximos do inverno e com ele os resfriados e gripes. Dentre as gripes: a famosa H1N1. Já falei antes da vacina. Importantíssima na prevenção. Então vamos nos prevenir. Usar o álcool gel é uma boa forma. Porém, aqui vão alguns cuidados:

  1. Use o álcool gel frequentemente, especialmente quando estiver em ambientes públicos, antes de comer, após espirrar e tossir (você não quer contaminar os outros, não é?)
  2. Usar álcool gel nas mãos visivelmente sujas? Não, melhor lavar as mãos.
  3. Fechar o frasco de álcool gel. Lembre-se: álcool evapora.
  4. Cuidado com o prazo de validade.
  5. O álcool gel pode ser o etílico - o mais usado normalmente.
  6. Não precisa ter outros ativos (triclosan, por exemplo), álcool etílico de 60% a 70% é o suficiente.
  7. Use sem pena

Agora uma dica "peruística". Dica excelente para presentear as amigas ou a si mesma: a Victoria Secrets lançou uma linha com anti-séptico.

Tem em gel higienizador de mãos e sabonete líquido. Não consegui ver a fórmula do gel, mas o sabonete tem triclosan. Pena que é com o triclosan. O ativo com ação bacteriostática que mais induz a resistência bacteriana. Enfim, usar de vez em quando não dá nada. O pump do sabonete (na foto dá para ver) faz com que saia uma bola de espuma deliciosa. O cheirinho.... hum, não preciso nem descrever: Victoria Secrets né!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

VACINA H1N1 FALCIFICADA

Importante notícia pessoal !
VACINA DA GRIPE H1N1 FALSIFICADA

A Vigilância Sanitária divulgou nesta quinta-feira os detalhes das embalagens de vacinas falsificadas contra a gripe suína. A embalagem da vacina falsificada traz a expressão “vírus fragmentado e inativo”, mas o correto seria “vacina influenza fragmentada e inativa”. Outras diferenças são o nome da farmacêutica responsável (na vacina falsificada é Carmem Adan) e o número de registro do lote (1.609.0014.001-7). Os lotes falsos foram apreendidos na semana passada em Minas Gerais

O que devemos fazer? Ao ir até uma clínica de vacinação particular ou mesmo em Postos de Saúde para a vacinação da gripe H1N1, e antes de receber a vacina, solicitar ao técnico que irá realizar a aplicação que verifique o fabricante e o lote no frasco:

NÃO APLICAR!
Sanofi Pasteur lote DEI 036-4 seringa
Sanofi Pasteur lote DEI 036-4 frasco

Ato Normativo

RESOLUÇÃO RE No- 1.689, DE 14 DE ABRIL DE 2010
Determinar, como medida de interesse sanitário, a apreensão e inutilização, em todo o território nacional, do lote DEI 036-4 da VACINA CONTRA GRIPE INFLUENZA H1N1 (VIRUS FRAGMENTADO E INATIVO) 1 SERINGA CONTENDO 1 DOSE - Via subcutânea ou intramuscular - USO PEDIÁTRICO E ADULTO, por ter sido objeto de FALSIFICAÇÃO, constando na embalagem as seguintes informações: Fabricado por SANOFI PASTEUR AS 2, AVENUE Pont Pasteur, 69007 Lyon, France Importado e distribuído no Brasil por: Sanofi Pasteur Ltda
Avenida das Nações Unidas, 22.428 CEP. 04795-916 São Paulo – SP C.N.P.J. 24.040.487/0002-85
Registro MS nº 1.609.0014.001-7
Farmacêutica responsável: Carmem Adan CRF-SP nº 22.390

RESOLUÇÃO RE No- 1.690, DE 14 DE ABRIL DE 2010
Determinar, como medida de interesse sanitário, a apreensão e inutilização, em todo o território nacional, do lote DEI 036-4 da VACINA CONTRA GRIPE (VIRUS FRAGMENTADO E INATIVO) FRASCO DE 5 mL, Via subcutânea ou intramuscular - USO PEDIÁTRICO E ADULTO, por ter sido objeto de FALSIFICAÇÃO, constando no frasco as seguintes informações: VACINA CONTRA GRIPE (VIRUS FRAGMENTADO E INATIVO) 10 dose - 0,5 ml Via subcutânea ou intramuscular USO PEDIÁTRICO E ADULTO
Registro MS nº 1.1609.0014.001-7
Sanofi Pasteur
Farm. Resp.: Carmem Adan
CRF-SP nº 22.390

MAIS DETALHES:
http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/6196ee00421b793292b4dade10276bfb/tabela+diferencas+130410.pdf?MOD=AJPERES

sábado, 3 de abril de 2010

Cuidado com o paracetamol

Hoje vou tratar de um assunto que é muito importante e que, infelizmente, as pessoas dão pouca importância: o uso não racional dos medicamentos.
Nesta semana, internou mais um paciente no hospital com intoxicação por paracetamol. E vou dizer: isto é muito mais comum do que imaginamos e é grave.

O paracetamol é um ótimo analgésico, antitérmico e muito usado para adultos e crianças. O problema é o uso indiscriminado. Todos pensam que o paracetamol é inofensivo, mas não é.
O paracetamol é o nome genérico de um medicamento que se encontra em muitos produtos comuns e de venda sem receita médica, tal como Tylenol, Dôrico, entre outros. Também é conhecido como acetaminofeno. É um medicamento importante e sua eficácia no alívio da dor e da febre é largamente conhecida. Está disponível nas apresentações de comprimidos, xarope, gotas ou cápsulas. Normalmente, é um medicamento seguro desde que se use nas doses recomendadas, mas uma quantidade maior pode causar danos hepáticos. É possível que a pessoa não se dê conta dos sinais e sintomas do dano hepático imediatamente, pois ele pode demorar a se manifestar, ou ainda confundir-se com sintomas de outra doença.

A dose máxima de paracetamol para um adulto é de 4.000 mg por dia (fonte: http://www.infarmed.pt/prontuario/index.php). Se considerarmos os comprimidos de 500 mg, são no máximo 8 comprimidos por dia. Isso corresponde a 2 comprimidos de 500 mg a cada 6 horas. Já os comprimidos de 750 mg, não devemos usar mais que 5 comprimidos por dia.
Quando as instruções de uso do paracetamol são seguidas, trata-se de um medicamento de uso seguro. Para se reduzir os riscos devem-se:


  • seguir as instruções de dose e nunca tomar a dose maior do que a indicada

  • não usar paracetamol por mais tempo do que os dias de tratamento indicados

  • não use mais de um medicamento que contenha paracetamol simultaneamente

Sempre consulte um médico antes de tomar paracetamol se você:



  • Toma bebida alcoólica frequentemente

  • Tem alguma doença hepática

Nestas condições, o seu risco de sofrer dano hepático aumenta ao tomar o paracetamol, inclusive na dose recomendada.


Se você utiliza o anticoagulante warfarina, também deve consultar um médico antes de tomar paracetamol, pois a warfarina e paracetamol combinados pode aumentar o risco de sangramento


Para administrar paracetamol de forma segura a bebês e crianças, você deve:



  • Revisar os componentes ativos de outros medicamentos que seu filho esteja tomando para conferir se não contem também o paracetamol. O seu filho nunca deve tomar mais de um medicamento que contenha paracetamol.

  • Siga as orientações do pediatra

  • Eleja o medicamento correto de acordo com o peso e idade de seu filho. No caso de medicamentos de venda livre, converse com o farmacêutico se o medicamento é adequado ao seu filho, sobre a dose adequada e qual o intervalo de dose.

  • Utilize a colher medida adequada. O uso de colher de sopa ou sobremesa pode levar a uma quantidade inadequada do medicamento e prejudicar seu filho.

  • Se seu filho necessita de doses do medicamento enquanto está na escola ou creche, leve a informação de como administrar por escrito e explique ao responsável que executará esta ação

  • Guarde o medicamento fora do alcance das crianças e animais domésticos

  • Se você se der conta que usou dose em excesso ou administrou dose inadequada, acima do prescrito ao seu filho, procure auxilio médico imediatamente.

Use o medicamento segundo as instruções. Se não melhorar após tomar o medicamento conforme a indicação médica não repita a dose, consulte seu médico.

domingo, 14 de março de 2010

Saúde Pública


Hoje o assunto é de saúde pública. Gripe H1N1

Já tomei a vacina da gripe H1N1 e não senti absolutamente nada. Nenhuma reação adversa.
É importante que todos se vacinem. Quanto mais prevenção, mais proteção.
Aqui vão outros cuidados importantes:

  • lavar as mãos com freqüência, principalmente após tossir ou espirrar

  • ao tossir ou espirrar, cobrir a boca com lenço descartável

  • não compartilhar alimentos, copos outros objetos de uso pessoal

  • pessoas com qualquer gripe (inclusive a comum) devem evitar circular em ambientes públicos e de aglomeração de pessoas (doente fica em casa)

  • procure o médico ou posto de saúde para diagnóstico e tratamento adequados

  • não usar medicamentos sem orientação médica. A automedicação pode levar a danos a saúde.

A Influenza Pandêmica (H1N1) 2009 é uma doença respiratória contagiosa causada por um novo subtipo de vírus da gripe. Assim como a gripe comum, a Influenza Pandêmica (H1N1) 2009 é transmitida, principalmente, por meio de tosse, de espirro e de contato direto com secreções respiratórias de pessoas infectadas. Entre 7 e 14 dias a partir da contaminação pelo novo vírus, os sintomas podem aparecer. Você deve procurar a unidade de saúde mais próxima ou o seu médico de confiança se apresentar febre, tosse e dificuldade respiratória.


O vírus pode resistir de 24 horas a 72 horas fora do organismo, e pode também permanecer vivo em uma maçaneta ou superfície lisa por até 10 horas!

Por isso a importância de lavar as mãos com freqüência ou uso de álcool gel.

A vacina contra a influenza sazonal não previne também contra a Influenza H1N1. A cada ano a vacina é modificada, os componentes são diferentes, e ela só serve para aquele tipo específico de vírus influenza.
A incidência de efeitos colaterais (eventos adversos) é pequena. A OMS estima que foram distribuídas cerca de 80 milhões de doses da vacina contra a influenza pandêmica e até o final de novembro foram vacinadas aproximadamente 65 milhões de pessoas. A grande maioria dos efeitos colaterias que vem se apresentando se assemelha a vacina sazonal administrada em idosos, que são reações leves: dor local, febre baixa, dores musculares, que se resolvem em torno de 48 horas.
Nas clínicas particulares, está prevista a chegada das vacinas a partir do inicio do mês de abril. A vacina será conjugada: H1N1 + sazonal na mesma seringa. Isto significa que com uma picada já estará imunizado para as duas gripes. O custo será de aproximadamente R$ 80,00.


Se você está fora dos grupos selecionados à vacinação dos Postos de Saúde vá a uma Clínica particular. Não enrola.

Mais informações no site do Ministério da Saúde: http://portal.saude.gov.br/portal/saude/area.cfm?id_area=1616

Coragem... não dói nada e previne muito. É o que se quer!

domingo, 7 de março de 2010

Desfile Salvatore Ferragamo Semana de Moda de Milão Outono Inverno 2010/2011



O estilista da grife Salvatore Ferragamo, Massimiliano Giornetti ,veio arrasando na Coleção Outono Inverno 2010 2011, essa apresentada nas passarelas italianas.


Capas, casacos e jaquetas em camurça e couro são as peças que traduzem o espírito da década de setenta do estilista.


Em looks mais formais, conjuntos compostos por terninhos, calça/bermuda e camisa, as riscas-de-giz estamparam os tecidos; que cortados de forma mais sequinha prometem conquistar a todas. Chapéus, bolsas bem compridas, botas de cano alto e cintos de camurça são os acessórios que conferem toques campestres à nova coleção




Para ver mais fotos do desfile, acesse:


quinta-feira, 4 de março de 2010

Óleo essencial



Oi genteee!


Estou de volta!


Depois de uns dias de férias! Poucos dias. Foi quase um feriadão! A gente sempre quer mais! Importante é ter para onde voltar, não é?


Mas vamos ao que interessa. Hoje a dica é de bem estar.


Hoje fiz o circuito na Contours (outro dia conto sobre isto), voltei para casa, tomei um banho super relaxante e depois uma massagem usando meu creme sem cheiro com umas gotas de óleo essencial de Grapefruit (Citrus paradisi). Uma delícia! Entretanto, temos que ter alguns cuidados: o óleo essencial deve ser boa procedência. Gosto dos óleos By Samia (http://www.bysamia.com.br/). São excelentes. No site tem os endereços onde pode-se comprá-los.


Nunca se deve colocar o óleo diretamente na pele. Pode-se diluir o óleo essencial em outro óleo (semente de uva, por exemplo) e só então espalhar na pele, massageando bem. Outra sugestão é colocar algumas gotas na água do banho, ou ainda fazer escalda pés. Nós merecemos!!


Gapefruit é relaxante, ameniza a TPM, diminui a ansiedade e o cansaço muscular. Hummm, delícia! Porém, muito cuidado: estimula o apetite. Controle-se.


Tente, você vai gostar!


Beijos

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Papo de Farmacêutica II


Volto hoje com mais um Papo de Farmacêutica. Várias são as pessoas que usam a sibutramina para emagrecer. Os alertas na midia são muitos e acredito ser importante mais um pouquinho, aqui no blog.




SIBUTRAMINA (Reductil®)

A sibutramina é um medicamento anorexígeno relacionado estruturalmente com as anfetaminas. Inibe a recaptação de serotonina e noradrenalina, e em menor escala a dopamina, no Sistema Nervoso Central, provocando uma sensação de saciedade e aumentando o gasto metabólico.


A sibutramina está indicada como terapia complementar dentro de um programa para o controle de peso para:



  • Pacientes com obesidade, cujo IMC é de 30 kg/m2 ou superior

  • Pacientes com sobrepeso, cujo IMC é 27 kg/m2 ou superior, que apresentem outros fatores de risco, como diabetes tipo 2 ou dislipidemia.

Contra-indicações:



  • Causas orgânicas de obesidade

  • Hipersensibilidade conhecida a sibutramina

  • Antecedentes de transtornos graves de alimentação

  • Enfermidades psiquiátricas

  • Pacientes com transtorno bipolar

  • Uso simultâneo, ou nas duas últimas semanas, de inibidores da monoamino-oxidase (IMAO) ou triptofano para o tratamento de transtornos do sono

  • Antecedentes de cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca congestiva, taquicardia ou arritmia

  • Hipertensão não controlada adequadamente

  • Enfermidade hepática grave
    Enfermidade renal grave


Os efeitos colaterais mais comuns associados ao cloridrato de sibutramina são:


  • boca seca

  • dor de cabeça

  • constipação

  • insônia

  • náuseas

  • alteração no paladar

  • vômitos

  • palpitação

  • hipertensão

Recomendações aos pacientes:


A sibutramina causa pequena elevação na pressão sanguínea média, sendo que em alguns pacientes essa elevação é mais importante. Recomenda-se a pacientes usando sibutramina que monitorem a pressão sanguínea regularmente. Pessoas com pressão sanguínea descontrolada não devem usar cloridrato de sibutramina. Em caso de dúvida, devem contactar o seu médico ou farmacêutico.


Recomendações para os profissionais de saúde:



  • Os médicos devem repensar a indicação destes medicamentos e rever o tratamento dos doentes que estão atualmente utilizando sibutramina

  • As farmácias não devem dispensar estes medicamentos sem a apresentação e retenção da receita médica

  • Os doentes em tratamento com sibutramina devem marcar uma consulta com o seu médico, assim que possível, para discutir as alternativas terapêuticas

Aqui vai um texto que também esclarece dúvidas, escrito por uma amiga que também é farmacêutica:


Em 2009, o FDA alertou que pacientes ou usuários de sibutramina com problemas cardíacos ou que tivessem histórico destes problemas (arrtimias, angina...) evitassem o uso deste medicamento, porque dados de estudos preliminares tinham sugerido maior número de eventos adversos cardiovasculares em pacientes usando sibutramina, quando comparados com o grupo placebo. Desta forma, foi concluído no final de 2009, o estudo denominado de SCOUT (Sibutramine Cardiovascular Outcomes), que demonstrou e confirmou aumento do risco cardiovascular não fatal nos usuários de sibutramina. O risco de desenvolver infarto, derrame ou parada cardíaca aumenta em 16% nos usuários do medicamento, quando comparado com o grupo placebo. O Comitê de Medicamentos para Uso Humano da EMA (CHMP) concluiu que os riscos destes medicamentos são mais elevados do que os benefícios e recomendou a suspensão das respectivas Autorizações de Introdução no Mercado (AIM) na União Europeia. Nos EUA, o FDA não proibiu a comercialização, mas solicitou a inclusão destas novas contraindicações (fator de risco ou histórico de angina, isquemia, arritmia, falência congestiva, hipertensão incontrolada) na bula do produto. Com base nos estudos, no Brasil a Anvisa contraindica o uso em pacientes com histórico de doenças cardiovasculares.




Fontes:






Luciana Dos Santos

Farmacêutica do Centro de Informações sobre Medicamentos - HCPA

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

SPFW - Homens

As gurias que me desculpem por um momento. Como tenho alguns seguidores masculinos, aqui vão algumas dicas para o inverno 2010:
CORES que veremos no inverno: preto, café, cinza chumbo, roxo, verde bandeira e carmim. (carmim?)
SILHUETA’s: Uma mistura de peças clássicas com esportivas. Alfaiataria descolada, digamos assim.
MATERIAIS: O tradicional Jeans, moletons, tricots e algumas flanelas.
ESTAMPAS: Camuflado, listras, recortes de fotos e códigos de barra. (hein?)
ACESSÓRIOS: Óculos de acrílico e botas Docksides®. Lembram dos Docksides? Quem esteve presente nos anos 80 deve lembrar muito bem. Personalidades "in" certamente tinham pelo menos um par. O papai deve ter no armário, ou ainda o vovô. Pede pra eles! Barbaridade! Então vamos de novo? Tudo volta!
Aqui vai uma fotinho para lembrá-los. Então tá.

domingo, 24 de janeiro de 2010

SPFW - maquiagem


Mais algumas novidades da SPFW.

Alguns desfiles apresentaram as modelos sem rimel. Só um minutinho! Não dá pra querer, não é gente? As modelos sim; são lindas. Nós, as simples mortais, nem pensar. A diferença que um rimel faz? Toda. É o antes e depois completamente diferente. É outra pessoa.

Outro detalhe: o tal baton Nude. Este também está em todas as bocas do momento. Mas vamos combinar: um lápis para o contorno também é tudo.

sábado, 23 de janeiro de 2010

Papo de farmacêutica


Hoje vamos falar sobre medicamentos. Afinal, sou farmacêutica!
Nos últimos anos, o uso de omeprazol tem sido cada vez mais freqüente. Aqui vai uma dica importante para o tratamento. Não preciso nem bater na tecla do papo que “sempre consultar um médico”. Se precisarem de um gastroenterologista excelente: Dr Guilherme Sander, tem consultório no Mãe de Deus Center.
O omeprazol deve ser tomado, preferencialmente, em jejum pela manhã, engolindo as cápsulas inteiras com a ajuda de um pouco de água. Os pacientes com dificuldade de engolir as cápsulas devem abri-las e misturar as “bolinhas” (pellets) com algum líquido ácido (iogurte, por exemplo). Nunca triturar ou mastigar os pellets. Outra possibilidade é comprar os comprimidos dispersíveis, normalmente mais caros, que podem ser diluídos em água. Os comprimidos dispersíveis (Losec® MUPS®) também são mais adequados para pacientes que usam sonda para alimentação, pois evita obstrução da mesma. Uma alternativa mais barata é colocar os pellets de omeprazol em 50 mL de solução de bicarbonato de sódio 8,4% e agitar fortemente por um bom tempo, até desmanchar os pellets. Existe a possibilidade de encomendar em farmácias de manipulação. Porém, muito cuidado com a qualidade da manipulação!!! Até a próxima!

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

São Paulo Fashion Week - Desfile Neon





Gurias



Agora um momento "peruístico plus": assisti ao desfile da Neon pela GNT. Fantástico! Cores vibrantes, lindas as combinações. Detalhes importantes para nós, as simples mortais. No inverno 2010 continuam as calças tipo montaria, botas cano longo, muuuuuitas botas (adoro!), saia lápis, muito xadrez, preto, marrom, estampas de bichinhos também e muitas blusas tricotadas. Muito lindo mesmo! Aqui vai uma fotinho para curtirem. Bjs e fui. Vou jantar no japonês (delícia)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Lace Orange Flower Eau de Parfum - Victoria's Secret



Não sabia como dar inicio aos trabalhos no blog. Como adoro perfumes, aqui vai primeira dica. Comprei este no free shopping do aeroporto de Buenos Aires. Por aqui, dizem que está esgotado. Se pudesse, postava o aroma. É uma delícia! Vale a pena.